A perspectiva de Jean Piaget

Acesso em: 16:59 2/9/2005
Disponível em:
http://www.crmariocovas.sp.gov.br/inf_a.php?t=002
::::::::::::::::::::::::::::::::::::
::: A perspectiva de Jean Piaget :::
::::::::::::::::::::::::::::::::::::
::: Lino de Macedo :::
::::::::::::::::::::::
 
1. A teoria
1.1. de Jean Piaget
1.2. é uma importante referência
1.3. para entendermos
1.4. o desenvolvimento
1.5. e a aprendizagem
1.6. humana.
 
2. Neste texto,
2.1. pode-se conhecer
2.2. um pouco
2.3. as características
2.4. dos estágios
2.5. de desenvolvimento,
2.6. propostos
2.7. por Piaget,
2.8. relacionados
2.9. ao período
2.10. pré-escolar.
 
3. Além disso,
3.1. o autor
3.2. indica questões
3.3. importantes
3.4. para uma possível
3.5. aplicação
3.6. da teoria
3.7. piagetiana
3.8. na pedagogia.
 
4. "Segundo Piaget,
4.1. a criança pré-escolar
4.2. encontra-se
4.3. em uma fase
4.4. de transição
4.5. fundamental
4.6. entre
4.7. a ação e a operação,
4.8. ou seja,
4.9. entre aquilo
4.10. que separa
4.11. a criança
4.12. do adulto.
 
5. Além disso,
5.1. é uma fase
5.2. de preparação
5.3. para o período
5.4. seguinte
5.5. (operatório concreto)."
 
6. "Enquanto
6.1. fase de transição,
6.2. o que caracteriza
6.3. o período
6.4. pré-escolar?
 
7. Trata-se
7.1. de um período
7.2. com características
7.3. bem demarcadas
7.4. no processo
7.5. de desenvolvimento
7.6. e que Piaget chamou
7.7. de pré-operatório.
 
8. Este período
8.1. localiza-se
8.2. entre
8.3. o sensório-motor
8.4. e o operatório concreto."
 
9. "As considerações
9.1. que fizemos acima
9.2. são de natureza
9.3. psicológica,
9.4. ou seja,
9.5. descrevem
9.6. o desenvolvimento da criança
9.7. no período
9.8. pré-operatório.
 
10. O professor
10.1. precisa
10.2. mais do que isso:
10.3. quer saber
10.4. o que fazer
10.5. com estas informações,
10.6. como derivar delas
10.7. uma prática pedagógica.
 
11. Supomos que
11.1. esta é
11.2. uma primeira decorrência:
11.3. a teoria de Piaget
11.4. tem um valor
11.5. de compreensão
11.6. do processo
11.7. de desenvolvimento
11.8. da criança,
11.9. ou seja,
11.10. pode instrumentalizar
11.11. o professor
11.12. a fundamentar
11.13. sua prática
11.14. e compreender
11.15. a importância dela
11.16. no cotidiano
11.17. da sala de aula."
 
12. Publicação: Série Idéias n. 2.
12.1. São Paulo: FDE, 1994.
12.2. Páginas: 47-51
Esse post foi publicado em Enciclopédia. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s