ERASMO DE ROTTERDAN

Acesso em: 21:44 01/05/08
Disponível em:
http://pt.wikiquote.org/wiki/Erasmo_de_Roterdan

:::::::::::::::::::::::::::
::: Erasmo de Rotterdam :::
:::::::::::::::::::::::::::


1. Erasmo de Rotterdã

2. Desiderius Erasmus
2.1. von Rotterdam
2.2. (27 de outubro
2.3. de 1466,
2.4. Rotterdam, Holanda
2.5. – 12 de julho
2.6. de 1536,
2.7. Basel, Suiça).

3. Humanista
3.1. e teólogo holandês.

4. "Não há nada
4.1. de tão absurdo
4.2. que o hábito
4.3. não torne aceitável."

5. "Rir de tudo
5.1. é coisa de tontos,
5.2. não rir de nada
5.3. é coisa de estúpido."

6. "O amor recíproco
6.1. entre
6.2. quem aprende
6.3. e quem ensina
6.4. é o primeiro
6.5. e mais importante
6.6. degrau
6.7. para se chegar
6.8. ao conhecimento."

7. "Em grande parte,
7.1. os maridos
7.2. são como
7.3. as mulheres
7.4. os fazem."

8. "Não merece
8.1. o doce
8.2. quem não experimentou
8.3. o amargo."

9. "Os males
9.1. que não são
9.2. percebidos
9.3. são os mais
9.4. perigosos."

10. "É muito mais
10.1. honesto
10.2. estar nu
10.3. do que usar
10.4. roupas
10.5. transparentes."

11. "A primeira fase
11.1. do saber
11.2. é amar
11.3. os nossos
11.4. professores."

12. "Pode querer
12.1. bem
12.2. aos outros
12.3. quem não quer
12.4. bem
12.5. a si mesmo?"

13. "Para
13.1. ganhar
13.2. é preciso
13.3. gastar."

14. "A pior
14.1. das loucuras
14.2. é, sem dúvida,
14.3. tentar ser sensato
14.4. em um mundo
14.5. de loucos."

15. "Os grandes escritores
15.1. nunca foram feitos
15.2. para suportar
15.3. a lei dos gramáticos,
15.4. mas sim
15.5. para impor
15.6. a sua."

16. "Deus,
16.1. arquitecto do universo,
16.2. proibiu o homem
16.3. de provar
16.4. os frutos
16.5. da árvore da ciência,
16.6. como se a ciência
16.7. fosse um veneno
16.8. para a felicidade."

17. "Deve
17.1. respeitar-se
17.2. o casamento
17.3. enquanto
17.4. é um purgatório,
17.5. e dissolvê-lo
17.6. quando
17.7. se tornar
17.8. num inferno."

18. "Os maiores
18.1. males
18.2. infiltram-se
18.3. na vida dos homens
18.4. sob a ilusória
18.5. aparência
18.6. do bem."

19. "Aquele
19.1. que conhece
19.2. a arte de viver
19.3. consigo próprio
19.4. ignora
19.5. o aborrecimento."

20. "Nenhum animal
20.1. é mais calamitoso
20.2. do que o homem,
20.3. pela simples razão
20.4. de que todos
20.5. se contentam
20.6. com os limites
20.7. da sua natureza,
20.8. ao passo
20.9. apenas o homem
20.10. se obstina
20.11. em ultrapassar
20.12. os limites
20.13. da sua."

21. "Cada momento
21.1. da vida
21.2. seria
21.2.1. triste,
21.2.2. fastidioso,
21.2.3. insípido,
21.2.4. aborrecido,
21.3. se não houvesse
21.4. prazer,
21.5. se não fosse
21.6. animado
21.7. pelo tempero
21.8. da Loucura."


Esse post foi publicado em Enciclopédia. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s